A Comissão de Orçamento, Fiscalização Tributária e Transparência da Assembleia Legislativa aprovou, em sessão realizada nesta terça-feira (24), as contas de gestão do governador João Azevêdo relativas aos anos de 2019, 2020 e 2021; e do ex-governador Ricardo Coutinho, referentes a 2016, 2017 e 2018.

O relator dos processos, deputado Wilson Filho, não vislumbrou irregularidades na situação dos servidores codificados, um dos argumentos utilizados pelo Tribunal de Contas do Estado para emitir parecer pela reprovação das contas.

“Trouxe nossos pareceres com respaldo jurídico e legal”, frisou Wilson Filho.

As contas foram aprovadas com os votos favoráveis dos deputados Ricardo Barbosa, Buba Germano e Junior Araújo. Camila Toscano e Tovar Correia Lima votaram contra.

“Meu voto não será um voto político, será um voto técnico”, disse Tovar, afirmando que ampliará seu voto durante apreciação em plenário.

Com MaisPB