A Guarnição realizava rondas ostensivas, quando visualizou a motocicleta, objeto de apreensão desta ocorrência, estacionada e com suspeita de estar utilizando identificação clonada. Prontamente foi realizada a abordagem e, no momento do procedimento de identificação veicular, constataram-se nos elementos identificadores, onde serão necessários procedimentos periciais para realizar a verdadeira placa. A mulher informou que não tinha conhecimento do fato delituoso, que aderiu por meio de aplicativo de compra e venda na internet, há aproximadamente 5 anos.

Diante do fato, a guarnição conduziu a motocicleta 01 (uma) Motocicleta Honda NXR 160 BROS , ano 2017-azul, placa:QGN-5891/RN (clone com chave), juntamente coma a senhora Simone Gomes até a DPC de Mamanguape para que fossem tomadas as devidas providências cabíveis.