O acusado de matar o policial penal Josinaldo Santos de Queiroz, já foi preso pela PM no Rio Grande do Norte.

O criminoso é acusado de uma chacina em agosto de 2014 que deixou 3 pessoas mortas. Ele estava solto usando tornozeleira eletrônica.

Josinaldo foi assassinado a tiros e facadas em um bar localizado na cidade de Nova Cruz, no Agreste potiguar, onde morava e era lotado.

De acordo com a Polícia Militar, o agente estava bebendo no estabelecimento quando o acusado de cometer o crime chegou e se juntou a ele. Imagens de segurança do bar mostram o momento em que o homem puxa a arma da cintura do policial penal e dispara três vezes contra o mesmo. O acusado sai da cena por um instante e, ao retornar, aplica vários golpes de faca na vítima já caída ao chão, em frente a testemunhas.