Os bancários do Banco do Brasil aprovaram uma paralisação de 24 horas marcada para esta sexta-feira (29). Na Paraíba, o presidente do Sindicato Lindonjhonson Almeida comentou que a intenção é chamar atenção para a gravidade do fechamento de agências em todo o Brasil e do Programa de Demissão Voluntária (PDV), oferecido pela instituição financeira.

De acordo com Almeida, os atendimentos ficam suspensos por 24 horas, a partir das 0h até às 23h59 de 29 de janeiro. Uma plenária organizativa foi convocada pelo Sindicato dos Bancários da Paraíba na quarta (27), por videoconferência.

“Estamos protestando contra a postura do Banco, de fechar agências, tirar gratificações de funções e incentivar a demissão voluntária. Já estamos precarizados com um quadro de funcionários pequeno. Estamos tentando uma negociação com o Banco, mas a instituição está intransigente. Pedimos aos parlamentares que nos apoiem, o Banco do Brasil é muito importante para atender a população.

Segundo o Sindicato dos Bancários, serão fechadas as agência dos bairros Tambiá e Bancários, em João Pessoa e no bairro Liberdade, em Campina Grande. Além disso, o presidente do sindicato destacou que outras agências vão ser transformadas em pontos de atendimento e outros pontos vão fechar no interior.

“A instituição não alega nada [para o fechamento de agências], diz que é reestruturação, mas não é, é desmonte. As agências que eles estão fechando estão dando lucro. Não entendemos porque eles querem reduzir o banco e vamos lutar e resistir contra o desmonte dessa política econômica do governo”, comentou.

Lucro em 2020 – Em um ano marcado pela pandemia e perdas econômicas para toda a população. O Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de R$ 10,189 bilhões nos primeiros nove meses. No trimestre, o lucro foi de R$ 3,482 bilhões, com crescimento de 5,2% em relação ao segundo trimestre do ano.

 

Paraiba