Araruna: PF deflagra operação para combater desvio de encomendas dos Correios e cumpre mandados

single-image

Uma operação para combater o desvio de encomendas dos Correios foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (12) pela Polícia Federal da Paraíba. A Operação ‘ATE’ contou com 15 agentes federais, e foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Araruna, no Curimataú paraibano.

Durante a operação, os Policiais Federais encontraram centenas de correspondências desviadas dos Correios e violadas. A ordem foi expedida pelo Juiz Federal da Vara de Guarabira/PB.

Entenda o esquema

Os criminosos tinham acesso as encomendas a serem entregues pelos correios e posteriormente desviavam as mesmas para venda informal no comércio da região.

As investigações indicam que a maioria das encomendas desviadas se tratavam de aparelhos celulares que eram comprados através da internet e possivelmente contaria com a participação de um funcionário dos correios da região para o acesso regular as encomendas e pelo menos mais um terceiro que tinha como principal objetivo realizar a venda das encomendas em questão.

Diante desse fato, foi determinado pelo Poder Judiciário o cumprimento de mandados de busca e apreensão nos endereços dos investigados, sendo um deles funcionário dos Correios, suspeito de participação no esquema criminoso. Os investigados responderão pelo crime de peculato, previsto no Artigo 312 do Código Penal, cuja pena poderá chegar à 12 (dose) anos de reclusão.

“ATE”

O nome da operação é uma alusão a deusa grega Ate que é vista como a personificação do

erro e da tolice. Segundo a mitologia, a deusa Ate significa a ruína, o engano, o erro, a tolice e a cegueira da razão que interferia no destino daqueles que não pensavam em suas ações e por isso sofriam suas consequências.

 

Márcio Rangel

Leave a Comment

Your email address will not be published.