O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã deste domingo (31) pelo Twitter que cancelou os pedidos de instalação de radares eletrônicos nas rodovias federais. Ele não detalhou em quais estados determinou o cancelamento. No entanto, na Paraíba estava prevista a instalação de 115 equipamentos novos, além da substituição de outros 71.

De acordo com Bolsonaro, em contato com o Ministério da Infraestrutura, ficou sabendo do pedido de 8 mil novos radares eletrônicos nas rodovias federais. “Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retomo financeiro ao estado”, sentenciou em sua publicação.

Ele afirmou ainda que quando as concessões de trechos rodoviários forem renovadas, os contratos de radares serão verificados para analisar “a real necessidade de sua existência para que não sobrem dúvidas do enriquecimento de poucos em detrimento da paz do motorista”.

Na Paraíba, os contratos relativos ao Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade – PNCV, haviam se encerrado em janeiro deste ano, segundo o que foi apurado pelo ClickPB.  A empresa que ganhou a licitação e está responsável pelo novo contrato é a Fiscal Tecnologia e Automação LTDA (Fiscaltech). O contrato que já está em vigor vai custar R$ 59.384.650,04.

De acordo com informações, a previsão era de instalação de 186 equipamentos na malha rodoviária federal da Paraíba, sendo 71 substituições de equipamentos antigos e 115 em novos pontos previstos.