Cineasta Torquato Joel ministra oficina de roteiro em Natal

single-image

O cineasta paraibano Torquato Joel estará em Natal para ministrar uma oficina de roteiro, na quarta (13) e na quinta-feira (14) da semana que vem. A oficina acontecerá no Solar João Galvão, Avenida Câmara Cascudo, 407-417, Cidade Alta, na Zona Leste da capital, entre as 8h e as 17h, com intervalo para o almoço.

As vagas são limitadas para 20 participantes e o valor da inscrição é de R$ 60. As inscrições acontecem por meio de um  formulário online e a vaga é reservada de acordo com a ordem de preenchimento.

A ideia é que cada participante escreva em até 20 linhas um argumento de um filme que deseja realizar e informar em até 10 linhas a importância do tema do seu argumento. Quem já tiver roteiros iniciados também pode levar o material nos dias das oficinas.

Sobre a oficina
As atividades serão divididas em 3 níveis:

1. Reuniões gerais (para todo mundo debater e criar junto)
2. Reuniões em subgrupos (quando cada proposta for dividida de acordo com seu gênero)
3. Consultorias e processos individuais.

(Além disso, ainda será abordado temas e teorias sobre narratologia e estrutura dramática do roteiro, e análises de curtas-metragens)

Torquato Joel
Torquato Joel, nasceu em Sousa, na Paraíba. Formou-se em Bacharelado em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Estudou cinema no Atelier de Cinema Direto da UFPB e na Association Varan (Paris, França) onde iniciou uma produção de cinema através do Super 8, com filmes como Imagens do Declínio (12’, 1982), Seca (12”,1982), entre outros. Trabalhou em diversos curtas como roteirista, assistente de direção e como consultor de direção.

Em 1998, realizou seu primeiro curta em 35mm: O VERME NA ALMA. Posteriormente, realizou outros curtas: PASSADOURO (1999), TRANSUBSTANCIAL (2003), GRAVIDADE (2006), AQUI (2007), ESTES (2009), GRAVIDADE (2006), MOÍDO (2015), entre outros filmes que roteirizou e dirigiu. Alguns destes filmes obtiveram expressiva a premiação em importantes festivais brasileiros, como Brasília, Gramado, Festival Internacional de Curtas de São Paulo, além da participação em festivais no exterior como Huesca, Rotterdam, entre outros.

Joel foi editor do fanzine A Tela Demoníaca. Atualmente é coordenador geral do Projeto ViAção Paraíba, de difusão de audiovisual no interior do estado, e do Jabre – Laboratório para Jovens Roteiristas do Interior Paraibano -, ações que estão obtendo significativos resultados com o surgimento de vários realizadores, cineclubes e festivais no interior da Paraíba. Finalizou recentemente seu primeiro longa: Ambiente Familiar.

G1