Em Solânea, homem é preso suspeito de estuprar a filha

single-image

O líder do assentamento Dom José Maria Pires, da cidade Solânea, Marcelo da Silva, foi preso preventivamente pela Polícia Civil, nesta terça-feira (29), em cumprimento a decisão judicial suspeito de estupro de vulnerável contra a própria filha de 13 anos, segundo revelou o delegado Seccional do Brejo, Diógenes Fernandes,

Segundo o delegado, o caso teria acontecido em dezembro quando a garota foi passar o final de semana com ele. Embriagado, o homem teria acariciado a vagina dela.

“A menina contou a mãe, que é separada do pai, que ele [pai] chegou bêbado em casa e a levou para uma cama e lá começou a acariciar as partes íntimas dela. Não houve conjunção carnal. Os irmãos dela uma criança de 5 anos e um garoto de 13 anos viram o abuso”, relatou o delegado.

Ainda de acordo com Fernandes, a mãe e menina foram até a delegacia de denunciaram o caso. “ A menina passou por psicólogos e daí a polícia começou a investigar e solicitou o mandado de prisão que foi expedido pela Justiça de Solânea. Nesta terça, a gente prender Marcelo no assentamento”, comentou.

Na delegacia, o homem disse não lembrar se houve os abusos já que ele estava sob o efeito de álcool. A mãe da garota comunicou à Polícia Civil que após os supostos abusos o pai começou a dar presentes como celular e dinheiro, como forma de se aproximar da filha

Marcelo da Silva já foi levado para a Cadeia Pública de Solânea.

PB hj